domingo, 15 de março de 2015

SHADOW 600 - REVISÃO

Se você esta pensando em adquirir uma Shadow, sugiro a leitura destes posts aqui e aqui. E caso você tenha comprado uma recentemente, pesquisou muito antes de comprar, leu várias informações no fórum Motos Custom, se não leu, vai lá. Tem muito cara que saca de Shadow e de outras custom também, eu aprendi muita coisa lá. Mas voltando ao foco, a Shadow é uma moto e tanto, tem um puta motor e mecânica confiável, mas se não tiver certos cuidados pode causar algumas dores de cabeça.

Faça uma revisão geral na moto, mesmo que o antigo dono fale que a moto está impecável e não tem nada pra fazer. Só se a moto for de alguém conhecido e você saiba qual o real cuidado ele tinha com ela, pode deixar uma geral para depois.

Deve-se verificar:

-Sistema de combustível: O sistema de alimentação de combustível da Shadow é uma das coisas que mais gera polêmica. Quem já pensou em adquirir a moto, com certeza já ouviu falar da bendita "bomba relógio" que ela tem, que provoca incêndios, mata milhões de pessoas hahaha.


Não é bem assim. O que acontece na maioria das vezes é que a pessoa compra a moto e não verifica nada. Como qualquer peça, a bomba também tem uma vida útil, que pode variar de 5 até uns 10 anos, dependendo do uso e cuidado que se tem com ela. No final da vida útil a bomba começa a apresentar um aquecimento fora do normal, e isso auxiliado a mangueiras ressecadas que nunca foram trocadas, filtro de combustível entupido, ai aparece um vazamento e kbum. Está feita a merda!

Nas motos que foram produzidas até 2002 (carburação dupla), a bomba tem certa importância. Depois de 2003 eles mudaram pra um carbura só e colocaram uma bomba de diafragma, se não me engano. Ai já não sei falar quais podem ser os efeitos. Mas no caso da Shadow com 2 carburas, a retirada da bomba, além de diminuir a autonomia, que já não é grande, pode deixar os cilindros encharcados o que pode provocar até uma trinca no cabeçote, pode provocar calço hidráulico também. Então eu acho que mesmo sendo uma opção polêmica e relativamente cara continuaria com a bomba, lógico que depois de trocar tudo que estivesse ruim.


-Acelerador e afogador: Ajustar se houver necessidade;

-Filtro de ar: Se não souber a procedência, troque. Tem muita gente que faz adaptações com o filtro de ar da Shadow. É filtro de Corsa, Bros, CG Titan e por ai vai. Mesmo tendo um custo relativamente maior, o filtro original é mais garantido. Vai que fica alguma abertura na adaptação, ou um pedaço do silicone que foi usado pra vedar o filtro cortado se solte e vá parar dentro do motor. Ai é mais uma merda pronta. Sei que vai ter gente que fez a adaptação e não teve problema nenhum e vai dizer que eu estou equivocado, mas essa é minha opinião.

Uma alternativa são os filtros laváveis da K&N, esse sim seria o final dos problemas. Troca de filtro nunca mais! Mas como nunca fiz essa troca e não conheço ninguém que tenha feito, não tenho como opinar.


-Velas de ignição: Trocar se houver necessidade. A Shadow utiliza as mesmas velas da CG Titan.

-Folga das válvulas: A verificação das folgas das válvulas tem certa importância, principalmente quando não se tem conhecimento de quem mexeu na moto antes. Eu mesmo cheguei a andar com a minha Shadow com as válvulas presas durante um tempo sem saber, isso por falta de conhecimento do primeiro "mexânico" que levei ela, que sequer conferiu as folgas (que estavam igual de CG) durante a primeira revisão que eu fiz. Depois de penar um pouco, levei em outro mecânico (Framir Motos - VRB) que manja muito de motos grandes. Ele sim acertou a moto!

-Óleo e filtro de óleo: Efetuar troca na revisão e periodicamente de acordo com quilometragem ou tempo que o óleo ficar no motor (na moral, cara que deixa a moto parada por mais de 6 meses tem que apanhar). O manual orienta a troca a cada 6000 km, mas eu troco o óleo a cada 3000 km e o filtro a cada 6000 km.


-Carburadores: Faça uma limpeza completa nos carburas. A equalização dos carburadores deve ser feita somente se a moto apresentar um consumo muito abaixo da media (alto consumo pode ter outras causas), caso contrário não mexa no que não precisa. Pode ser pior.

-Sistema de arrefecimento: Verifique as mangueiras, bomba, ventoinha e termostato. Se estiver tudo funcionando normalmente faça a troca do fluido na revisão e periodicamente de acordo com o manual.


-Kit transmissão: Trocar se estiver com desgaste excessivo.

-Sistema de freios: Verificar o disco para ver se não há empenos, sistema hidráulico do freio dianteiro e trocar o que estiver desgastado (óleo hidráulico, pastilhas e lona de freio). Ajuste do burrinho de freio se necessário.

-Sistema elétrico: Verificar se não ha nenhum fio quebrado ou rompido, fusíveis, lâmpadas, bateria, retificador de bateria. Por falar em bateria, a original da Shadow é comum (com ácido), o que requer um certo cuidado em relação a manutenção. Se estiver funcionando pode mantê-la, caso contrário aconselho a troca pela bateria de gel. A da XT660 serve perfeitamente, mas tem que ser instalada com os polos invertidos.

-Suspensão: Verifique se não existem folgas e vazamentos de óleo.


-Rodas: Verificar se não há empenos e fazer o balanceamento quando necessário.


Todo veículo necessita de manutenção, e mesmo após uma revisão completa podem aparecer novos problemas, não por negligência durante a revisão, mas por que a peça ou o que deu problema chegou no final da sua vida útil. Vou deixar aqui o manual de serviços, para quem quiser fazer o download.

16 comentários:

  1. Bom dia.... a minha Shadow 600 1999 esta vazando muito óleo pelo filtrode ar o que pode ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, pode ser falta de limpeza na caixa de ar, ou o respiro do cabeçote entupido. Pode ser uma série de coisas, sugiro que faça uma verificação no sistema de óleo (dutos e mangueiras), veja se não precisa trocar nada. Verifique também todo o sistema do filtro de ar.

      Excluir
  2. Gostaria de saber sobre o sistema de combustível da 2003, a minha tá com o mangote que sai do registro pra o carburador furado e eu não sei como encontrar !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Airton, tudo bom.
      Cara, se tem algum conduto furado tem que trocar. Procura um mecânico de confiança e que entenda dessas motos. Não leva em cara que está acostumado com CG que você vai passar raiva. Não estou dizendo que o cara que mexe com CG seja um mecânico ruim, mas se ele não tem conhecimento sobre a Shadow, é melhor não arriscar.
      Qualquer coisa procura la no Fórum Motos Custom. O pessoal é sempre muito solicito em ajudar.

      Excluir
  3. Excelentes comentários... parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite B.B, que óleo vc indica para a shadow 600, existe óleo com qualidade superior ao indicado pelo fabricante?
    (Mobil super 4t)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí BB tudo bom?
      Pode utilizar algum óleo semissintético para prolongar os períodos de troca. Mas sinceramente não vejo tanta necessidade. Por se tratar de um motor que não carrega tanta tecnologia assim, o móbil 20w50 atende super bem. Mas é o tipo de coisa que vai de cada um, talvez você tenha preferência por alguma marca específica. O que inporta e ter as características de acordo com o motor e fazer as trocas nos períodos corretos. Ah, não se esqueça do filtro de óleo também.
      Grande abraço!

      Excluir
  5. Bom dia, minha moto está com 45.000 km e não apresenta nenhum sinal de desgaste. Você indica alguma manutenção preventiva no motor além da troca de óleo?
    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Rubao, tudo bom?

      Cara, nesse tipo de situação é complicado eu falar alguma coisa por que não sei como você cuida da moto, se foi o único dono e etc.
      Mas alguns detalhes que você pode verificar e chegar num resultado se precisa ou não dessas manutenções.

      Como você cuida da moto. Troca óleo e filtros nas quilometragens corretas? Não precisa ser nada muito cedo, mas também não fique rodando com um mesmo óleo por mais de 10k. Eu costumava trocar de 3k em 3k quilômetros e o filtro de óleo a cada 6k. O filtro de ar é mais tranquilo e não necessita de tanto cuidado assim.

      Se você sabe a procedência da moto, e faz as trocas de forma correta (não quis dizer que a minha maneira é a correta, só dei o meu exemplo) e a moto não apresenta nenhum vazamento, ruído ou consumo anormal pode ficar tranquilo.

      Uma coisa que aprendi, e que não se mexe naquilo que não está dando problema. Motor da Shadow é um trator. Se tiver esses cuidados acima com ele, vai durar a vida toda.

      Agora, se tem algum vazamento, o nível de óleo abaixa rapidamente, o consumo está alto e bom dar uma olhada. Aí vai depender muito do tipo de problema encontrado pra eu falar o que poderia ser feito.

      Espero ter ajudado e qualquer dúvida pode perguntar que respondo dentro daquilo que sei.

      Grande abraço!

      Excluir
    2. Fala B.B td certo e aí?
      Sou o terceiro dono dela. Comprei em 2015 quando tinha 18.000 km (praticamente zerada) e os últimos donos cuidavam bem da parte mecânica...
      Sempre troco o óleo/filtro dessa maneira que você diz e nunca tive problema.
      Agora ela está com 50.000 km e tenho notado que na saída de primeira marcha, eu tenho que segurar um pouco mais a embreagem senão ela "vibra". Isso acontece principalmente quando estou com garupa (minha mãe tem uma shadow 600 ano 02 e não sinto o mesmo quando ando com a dela, a saída em primeira marcha é suave).
      O consumo aumentou recentemente e estou procurando um mecânico de confiança em são paulo (capital) pra fazer a equalização dos carburadores (fiz da última vez com 34.000 km na honda e não gostei do resultado) e regular a folga das válvulas.
      Não penso em trocar tão cedo, por isso estou procurando investir em manutenção preventiva pra não levar nenhum susto e também manter a máquina em dia!
      Obrigado pela atenção e desculpa a demora pra responder, vi somente hoje sua resposta navegando ao acaso...rs
      Abração

      Excluir
    3. Fala Rubão, tudo bom meu camarada?

      Cara, com relação à essa vibração na saída eu daria uma olhada nos discos de embreagem. Eu cheguei a trocar os discos da minha e ante de trocar ela também fazia isso, que é totalmente normal se eles estiverem no final da vida útil. E se for realmente isso, troque assim que possível. Já fiquei na rodovia sem embreagem e isso não é nada bom. Se não for a embreagem eu não sei te falar nenhuma outra possível causa para isso.

      E sobre esse aumento de consumo, pode ter alguma relação (muito pequena) com a embreagem (se for ela), mas consideraria outros fatores como você mesmo disse:
      -Regulagem dos carburas
      -Regulagem da válvulas
      -Limpeza do filtro de ar
      -Relação coroa/pinhão (também interfere no consumo)

      No mais é isso. A shadow é uma puta moto e merece todo o cuidado.

      Grande abraço e nos vemos nas estradas.

      Excluir
  6. Bom dia..me ajudem
    Minha shadow 600cc, 97/98 e menos de 10 mil km rodados, não liga. Ao chegar em caso ontem, ela apagou. Ja tinha rodado uns 40km com ela. Como faltava uns 5 metros até o local, liguei novamente a moto e ao estacionar começou um barulho de algo batendo, ao desligar (tirar a chave da ignição) o barulho continuou por alguns segundos. Hoje fui fazer algumas verificações: ela não liga, nem acende as luzes no painel, aparentemente tem
    oleo (pois so verifiquei com ela desligada).
    Pensei que pudesse ser bateria, tentei com meu carregador externo, mas também não funcionou tentar liga-la após algum tempo. Alguém pode me ajudar?
    Ele sofreu revisão recentemente, então estou perdido no que pode ser. Estou no Rio de Janeiro.
    O que pode ser? Alguém pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, boa tarde.
      Se você ainda não resolveu o problema, acredito que pode ser um relê do motor de arranque. Passei por algo parecido há algum tempo.
      Mas de qualquer forma procure um mecânico.

      Excluir
  7. Fala meu camarada.
    Eu nunca tive uma moto e to querendo comprar uma moto nesse estilo da shadow mas eu me preocupo muito com a relação custo beneficio (preço da manutenção, consumo de combustível e etc), me interessei bastante pela shadow mas queria uma luz pra saber se vale mais a pena uma outra moto, ou investir um pouco mais de grana pra pegar uma melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai meu camarada, tudo bom?
      De vez em quando alguém me pergunta sobre qual moto comprar, e eu costumo dizer que não posso dizer qual é boa ou ruim para cada pessoa pois é algo muito pessoal. Depende do tipo que uso que você quer fazer, qual estilo te agrada e etc.

      Mas vamos lá, vou te falar o que acho tendo como base as minhas experiências. Eu comecei a andar de moto não tem muito tempo (pouco mais de 5 anos) e no início era simplesmente uma questão de necessidade ter um veículo barato para me locomover. A primeira moto que tive foi uma CG150 e aprendi muito com ela. Quase dois anos depois eu comprei a Shadow (tem dois links no começo desse post sobre ela) e tive ótimos momentos e outros nem tão bons assim, mas de qualquer forma serviu de experiência. Nesse período percebi que manter uma moto de pequena cilindrada e uma moto de cilindrada maior ao mesmo tempo não era exatamente o que eu podia pagar. Assim, decidi vender as duas motos e comprar uma moto de cilindrada média-baixa (Ténéré 250 que estou até o momento) e essa foi a decisão mais acertada. Mas eu só consigo enxergar dessa maneira hoje e se pudesse voltar no tempo, provavelmente eu faria tudo do mesmo jeito novamente. Como primeira moto, eu particularmente, não pegaria uma 600cc. Procuraria uma moto um pouco menor (infelizmente o nosso mercado é carente de modelos custom de média cilindrada) para fazer o que chamamos de escadinha e ir subindo de cilindrada de acordo com a experiência adquirida. Uma moto menor é mais fácil de controlar quando não se tem muita experiência. Agora se é teu sonho man, vai fundo compra a Shadow, uma HD ou qualquer outro modelo, pois como disse no começo a escolha de uma moto é muito mais passional do que racional.

      Ah, com relação a custo benefício uma moto maior sempre vai ter o custo de manutenção mais elevado. O valor da manutenção é exponencial em relação à cilindrada (e se for HD, Ducati, BMW se prepara porque a pedrada é grande, hehehe). E pra finalizar, sem querer puxar sardinha pro meu lado não acredito que exista no BR hoje melhor custo x benefício do que a Ténéré 250. Mas vou parar por aqui, grande abraço e boa sorte!

      Excluir
  8. Boa tarde,recentemente comprei um shadow600,estou com o seguinte problema...e dias mais quente ele vaza um pouco de agua pela mangueira de drenagem do filtro de ar ,a toquei o fluido do radiador mas o problema persiste ....pode me dar uma luz?


    att,Fernando

    ResponderExcluir